Sol ⸱ 1m atrás ⸱ Abrir

O Palmeiras de Abel Ferreira saiu derrotado na Supertaça do Brasil, frente ao Flamengo, num jogo marcado por muita polémica. Na Premier League, deram-se várias surpresas.


Jogou-se, neste domingo, a final da Supertaça do Brasil, onde o Flamengo, equipa que teve Jorge Jesus como treinador, com quem venceu a Taça Libertadores na temporada passada – e a edição anterior da Supertaça –, venceu o Palmeiras, emblema atualmente orientado por Abel Ferreira, que venceu também a Libertadores nesta temporada, apesar de ter obtido o pior resultado de sempre de uma equipa sul-americana no Mundial de Clubes da FIFA.

Na Supertaça, o Palmeiras entrou melhor, colocando-se em vantagem no marcador logo aos 2 minutos de jogo, o que pôs logo em causa o segundo título consecutivo dos rubro-negros. Ao fim de 23 minutos de jogo no Estádio Nacional de Brasília, no entanto, o Flamengo recuperou o empate no marcador, pelos pés de Gabigol, valendo uma troca acesa de comentários entre os dois bancos à custa de dúvidas sobre a arbitragem, que continuou ao longo da partida. No clima tenso, Abel Ferreira acabou expulso, após ver dois cartões amarelos, por protestos, ao fim de 38 minutos de jogo. O Flamengo alcançou a reviravolta no marcador, com um golo de De Arrascaeta, já nos descontos da primeira parte, e mudou por completo o ambiente na partida. O Palmeiras perdia, mas uma grande penalidade concretizada por Raphael Veiga valeu o empate e, como tal, depois da expulsão do treinador adjunto de Abel Ferreira numa acesa troca de insultos e comentários entre os dois bancos, o jogo foi decidido nas grandes penalidades, onde o Flamengo se sagrou bicampeão da Supertaça do Brasil, após três defesas de Diego Alves, que permitiram aos rubro-negros vencer por 6-5 nas grandes penalidades, retirando a Abel Ferreira a possibilidade de juntar mais um título ao seu registo.

Mourinho perde, West Ham surpreende, e City escorrega

O Tottenham Hotspur, emblema treinado por José Mourinho, perdeu frente ao Manchester United de Bruno Fernandes por 1-3, apesar de ter começado a partida em vantagem. No mesmo dia, o West Ham United subiu ao quarto lugar, e aproximou-se perigosamente do Leicester City, equipa que bateu por três bolas a duas na tarde de domingo, com bises de Jesse Lingard e Iheanacho. Com esse resultado, o West Ham ficou a apenas um ponto de distância dos foxes, e ultrapassou o Chelsea de Thomas Tuchel, que no sábado se deslocou até ao reduto do Crystal Palace para jogar um dos dérbis de Londres, onde acabou por bater os eagles por quatro bolas a uma, com um bis de Christian Pulisic. Em Manchester, no entanto, a vida não correu tão bem ao City de Bernardo Silva, João Cancelo e Rúben Dias, que lidera folgadamente a tabela classificativa da Premier League, mas que acabou derrotado pelo Leeds United por 1-2, valendo o bis de Stuart Dallas. É importante referir que o Leeds jogou com 10 jogadores durante toda a segunda parte, após a expulsão de Liam Cooper.

 

Desporto ⸱ Desporto ⸱ Futebol ⸱ Brasil