Notícias ao Minuto ⸱ 10 meses atrás ⸱ Abrir

As tropas russas, aliadas do presidente sírio Bashar Al Assad, começaram a retirar-se de duas bases militares numa região controlada por forças curdas, muito perto do local onde as tropas turcas estão posicionadas, divulgou hoje uma ONG.


"As forças russas retiraram todos os seus equipamentos e veículos militares das duas bases, além da saída de vários veículos blindados russos da área de Shahb", referiu a organização não-governamental (ONG) Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Segundo o comunicado desta organização sediada no Reino Unido e que conta com uma ampla rede de parceiros no terreno, foram vistas várias colunas militares de Moscovo a abandonarem as bases de Tal Rifat e Ashtar, na zona rural de Aleppo, rumo à capital homónima daquela região.

A pequena região de Shahba, perto da fronteira com a Turquia, que tem como centro administrativo Tal Rifat, é controlada por forças curdas e abriga um grande número de deslocados, que fugiram da região vizinha de Afrin, quando esta foi tomada por Ancara e pelas milícias, aliados desde 2018, noticia a agência EFE.

No início de 2018 a Turquia confiscou Afrin aos curdos.

Na semana passada, o Ministério da Defesa turco anunciou a morte de dois dos seus soldados naquela região, após confrontos com forças curdas.

Ancara considera aquela força como terrorista, comparando-a ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), uma guerrilha curda da Turquia.

Nas últimas semanas, os confrontos entre as tropas turcas e curdas intensificaram-se em várias aldeias na zona rural no norte de Aleppo.

Mundo ⸱ ONG