Notícias ao Minuto ⸱ 1y atrás ⸱ Abrir

A defesa aérea síria intercetou hoje mísseis disparados por um avião israelita contra uma base aérea no centro da Síria, naquele que é o segundo ataque de Israel aquele país esta semana, divulgou a agência noticiosa oficial Sana.


"Um avião que pertencia ao inimigo israelita disparou uma série de mísseis esta noite (...) contra a base aérea T4 e a nossa defesa aérea intercetou a maioria deles", revelou o Sana, citando uma fonte militar.

Segundo a agência AFP, a organização não governamental (ONG) Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), com sede no Reino Unido, confirmou o ataque, explicando que este ocorreu na província de Homs e que é "provavelmente" de origem israelita.

Um ataque semelhante aconteceu na segunda-feira, quando mísseis israelitas mataram um civil, três soldados sírios e sete combatentes estrangeiros aliados do regime do presidente da Síria, Bashar al-Assad, segundo divulgou o OSDH.

Os ataques de segunda-feira atingiram posições do exército sírio a sul de Damasco e posições de paramilitares apoiados pelo Irão, incluindo combatentes libaneses do Hezbollah, na província de Daraa, no sul da Síria, acrescentou a ONG.

Israel tem realizado centenas de bombardeamentos na Síria desde o início da guerra civil em 2011, tendo como alvo o exército sírio, bem como forças iranianas e do Hezbollah.

As Forças de Defesa de Israel (IDF) raramente fornecem informações sobre as suas operações na Síria, mas revelaram um ataque ocorrido em 03 de agosto, com caças, helicópteros de ataque e outros aviões de guerra a alvos militares no sul da Síria.

Após a morte de um combatente do Hezbollah em 20 de julho, durante um bombardeamento israelita, o chefe da organização, Hassan Nasrallah, alertou no domingo que aquele exército iria matar um soldado israelita por cada combatente morto por aquele país.

Leia Também: Síria: Pelo menos 14 soldados pró-regime mortos em ataque do Daesh

Mundo ⸱ Síria

Artigos relacionados