Diário de Notícias ⸱ 5d atrás ⸱ Abrir

Em comunicado, a EMA adiantou ainda que a decisão de iniciar a avaliação contínua é baseada nos resultados preliminares dos estudos clínicos, que sugerem que o medicamento pode ajudar a proteger contra a doença provocada pelo coronavírus.


Ler a notícia no jornal