Rtp âž± 15d atrĂĄs âž± Abrir

O primeiro-ministro de Timor-Leste manifestou solidariedade e apresentou "profundas condolĂȘncias" Ă s famĂ­lias das vĂ­timas mortais das cheias de domingo, a quem prometeu "todos os esforços" para as ajudar, face ao desastre natural.


"Fico muito triste ao assistir a estes desastres naturais, neste caso, as chuvas torrenciais que causaram danos e perda de vidas. Apresento a minha solidariedade Ă s vĂ­timas pelo sofrimento das suas famĂ­lias", afirmou Taur Matan Ruak, num comunicado divulgado no final da noite de domingo.

"As minhas oraçÔes vão para os que perderam a vida e suas famílias. Desejo muita força a todos nestes tempos difíceis e espero que ultrapassemos este sofrimento. O Governo envidarå todos os esforços para ajudar as famílias afetadas pelo desastre natural", afirmou Taur Matan Ruak, em nome do Governo.

O balanço das cheias que assolaram Timor-Leste aumentou hoje de 11 para 21 o nĂșmero de mortos, 13 dos quais em DĂ­li e os restantes em outros municĂ­pios, disse Ă  Lusa fonte da Proteção Civil.

Entre as 13 vítimas mortais em Díli contam-se pelo menos seis crianças e um polícia, acrescentou.

Atualmente, na capital, hĂĄ jĂĄ 11 locais que estĂŁo a acolher milhares de pessoas desalojadas.

AlĂ©m do apoio oficial que estĂĄ a ser coordenado pelas autoridades, cidadĂŁos e empresas de DĂ­li tĂȘm-se mobilizado desde domingo para fazer chegar ajuda aos mais afetados.

"Quem quiser apoiar com bens e donativos, pedimos que centralizem a sua entrega nas instalaçÔes da Proteção Civil em Caicoli", sublinhou a entidade.

Num relatĂłrio preliminar da secretaria de Estado da Proteção Civil a que a Lusa teve acesso refere-se que foram afetadas de forma significativa mais de duas mil famĂ­lias, com o levantamento e avaliação das necessidades de emergĂȘncia ainda a decorrer em vĂĄrios locais.

Depois de uma noite sem chuva, a população de Díli estå hoje num processo inicial de limpeza e de rescaldo, com vårias zonas da cidade ainda sem eletricidade.

Equipas da Proteção Civil e do Governo estão no terreno para iniciar intervençÔes urgentes de apoio a famílias e de reparação de estragos em infraestruturas.