Notícias ao Minuto ⸱ 1m atrás ⸱ Abrir

O Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto IndieJúnior vai acontecer entre 19 e 23 de maio, com o programa escolar a decorrer ao longo deste mês e do próximo numa plataforma 'online', anunciou hoje a organização.


"Depois do adiamento, fruto do confinamento geral de janeiro, o evento reorganizará a sua agenda de apresentações, mantendo a sua programação para famílias nas salas da Casa das Artes, dos Maus Hábitos e da Reitoria da Universidade do Porto. O pontapé de saída para a quinta edição do festival é dado a 15 de maio no Salão Nobre da Reitoria da UP", numa sessão de "aquecimento", adiantou hoje a organização, em comunicado.

O IndieJúnior vai apresentar cerca de 50 filmes "que aliam a diversão ao caráter educativo do cinema, num programa composto por uma competição internacional de longas e curtas-metragens de produção recente".

Destaque para os filmes "Alice Júnior", Gil Baroni (Brasil), sobre uma 'youtuber' transgénero, "Fritzi - um conto revolucionário", de Ralf Kukula e Matthias Bruhn, uma animação alemã que reconta a história da queda do muro de Berlim pelos olhos de uma criança, e "Bom dia Mundo!", outra animação, francesa, de Anne-Lise Koehler e Éric Serre, sobre ecologia e ambiente.

Para além dos filmes, vai ainda haver "uma sessão especial no Maus Hábitos e um debate em torno dos urgentes assuntos ambientais ('Não Há Planeta B'), que decorrerá no dia 19 de maio, pelas 18:00, no Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Porto, com a participação de elementos responsáveis pela organização da recente Greve Climática Estudantil, da Extincion Rebelion e da Zero Waste Portugal".

O IndieJúnior realça que a "plataforma 'online' criada pelo festival permitirá a organização de sessões de cinema nas escolas" e que "os professores interessados podem ainda inscrever-se através de indiejunior.com/escolasporto".

Leia Também: História contada no Twitter chega ao cinema. Veja o trailer de 'Zola'

Cultura ⸱ Covid-19