Sol ⸱ 11 meses atrás ⸱ Abrir

O acordo com o seu acionista de referência e com os seus credores sindicados permite ao Grupo DIA reduzir 40% do endividamento, eliminar o risco de refinanciamento e de vencimentos de dívida significativos nos próximos cinco anos. 


O Grupo DIA, dono dos supermercados Minipreço, anunciou esta segunda-feira que chegou a acordo com o seu acionista de referência – LetterOne, DEA Finance – e com os seus credores sindicados para concluir a transformação da sua estrutura de capital. Em comunicado, o Grupo DIA refere que este acordo “estabelece uma estrutura de capital a longo prazo para continuar a apoiar o êxito da implementação do plano de transformação de negócio da empresa”. 

“A operação, que contou com o apoio unânime dos credores sindicados, permite à DIA eliminar riscos de refinanciamento, reduzir o endividamento nuns significativos 40% e estabelecer um perfil de vencimento da dívida melhor alinhado com as necessidades estratégicas da DIA a longo prazo”, lê-se na nota.

O acordo, que visa implementar uma estrutura de capital e financeira a longo prazo, foi alcançado com 100% dos credores sindicados e foi apoiado pelo acionista de permite reduzir 40% do endividamento, eliminar o risco de refinanciamento e de vencimentos de dívida significativos nos próximos cinco anos. 

Com este acordo, o grupo avança para a conversão de 500 milhões de euros de dívida em fundos próprios, com extensão do vencimento do empréstimo sindicado de 902 milhões para dezembro de 2025 e com extensão de 300 milhões de bonos para junho de 2026.

Stephan DuCharme, presidente executivo do Grupo DIA, afirma que“este acordo transformador alinha todos os grupos de interesse financeiros chave para a DIA e proporciona ao grupo uma base de capital sólida e estável que apoia a prossecução com êxito da nossa transformação de negócio”.

“O nosso acionista de referência [LetterOne] demonstrou, uma vez mais, o seu contínuo apoio no decurso do processo de transformação da DIA, tendo investido mais de 1100 milhões de euros desde junho de 2019. Também quero agradecer a todos os credores sindicados da DIA pela confiança e apoio ao bom desenvolvimento a longo prazo da transformação da DIA”, afirma DuCharme.

Economia ⸱ GRUPO DIA ⸱ Minipreço ⸱ acordo ⸱ Empresas