Jornal I ‚łĪ 2m√™s atr√°s ‚łĪ Abrir

A nova aventura dos dois amigos Astérix e Obélix chega às livrarias a 21 de Outubro.


"Ast√©rix e o Grifo" √© o t√≠tulo do 39.¬ļ √°lbum de uma das cronologias mais conhecidas em todo o mundo. A nova aventura dos dois amigos Ast√©rix e Ob√©lix chega √†s livrarias a 21 de outubro.

Astérix, pequeno guerreiro de espírito sagaz e inteligência viva, e Obélix, carregador de menires de profissão, grande apreciador de javalis e sensível aos encantos das lindas gaulesas, embarcam numa aventura delirante em busca do grifo, animal mitológico metade águia, metade leão e com orelhas de cavalo.

Apesar de a data de lan√ßamento do livro ter sido divulgada em janeiro, o an√ļncio do t√≠tulo foi feito na passada segunda-feira, dia 29 de mar√ßo, pela √Čditions Albert Ren√©, que divulgou a capa provis√≥ria da obra. Na capa √© poss√≠vel observar os dois personagens a treparem um tronco de √°rvore esculpido como a cabe√ßa de um estranho ser, em que no topo se encontra o pequeno Ideiafix, c√£o de Ob√©lix, que tentam recuperar.

O argumentista Jean-Yves Ferri, que √© respons√°vel pelos novos √°lbuns de Ast√©rix desde 2011, revelou que a ideia para esta hist√≥ria surgiu de uma escultura de Tarasca, ‚Äúum animal aterrador das lendas celtas‚ÄĚ. Essa imagem levou-o a interrogar-se se ‚Äúos nossos antepassados acreditavam realmente na exist√™ncia destes monstros bizarros‚ÄĚ. A verdade √© que na Antiguidade romana, os exploradores eram invulgares e o mundo era um grande mist√©rio. Contudo, elefantes e rinocerontes, animais verdadeiramente extraordin√°rios para um europeu daquela √©poca, j√° tinham sido exibidos em Roma. ‚ÄúPorque haveriam ent√£o os romanos de duvidar da exist√™ncia de criaturas t√£o improv√°veis?", interroga o argumentista.

Ferri procurou ‚Äúpercorrer o besti√°rio mitol√≥gico‚ÄĚ em busca de um animal que pudesse ocupar ‚Äúo centro da trama‚ÄĚ do novo √°lbum. ‚ÄúMetade √°guia, metade le√£o (e com orelhas de cavalo), enigm√°tico q.b., acabei por optar pelo grifo‚ÄĚ, confessou.

Mas o grifo não será a primeira figura mitológica num álbum de Astérix. Se é verdade que o seu cocriador René Goscinny (1926-197) nunca recorreu às mesmas, Uderzo introduziu um dragão em A Rosa e o Gládio em 1991, touros alados e centauros em O Pesadelo de Obálix, em 1996, e um elfo em O Regresso dos Gauleses, em 2003. Já Ferri e Conrad utilizaram o antepassado do Monstro de Loch Ness, em 2013, e, mais recentemente, em 2015, um unicórnio, em O Papiro de César.

Sensivelmente um ano ap√≥s o falecimento de Albert Uderzo, em 2000, Ferri e Conrad, atuais respons√°veis da s√©rie, confessavam que "o Albert confiou em n√≥s para respeitarmos os valores das personagens que ele criou com Ren√© Goscinny, fazendo-as viver novas aventuras (...) √Č com muita emo√ß√£o que, na sua aus√™ncia, prosseguimos a miss√£o que ele nos confiou com este novo √°lbum, que esperamos que venha a fazer as del√≠cias dos leitores‚ÄĚ. Conrad e Ferri assumiram a responsabilidade em 2013 com Ast√©rix e os Picts e desde ent√£o j√° publicaram mais tr√™s contos.

Outra informa√ß√£o revelada por Ferri, sem muitos detalhes, foi a de que haver√° ligeiras refer√™ncias √† pandemia de covid-19, "numa po√ß√£o muito semelhante a uma vacina‚ÄĚ.

Sabendo-se antecipadamente que esta aventura decorreria fora da aldeia gaulesa, como acontece a cada dois livros, Ferri acrescenta que falta saber ‚Äúcomo √© que Ast√©rix, Ob√©lix e Ideiafix, acompanhados pelo druida Panoramix, v√£o juntar-se √† demanda √©pica e repleta de armadilhas em busca deste animal fant√°stico‚ÄĚ.

Ast√©rix e o Grifo ter√° lan√ßamento simult√Ęneo em 17 l√≠nguas, entre as quais o portugu√™s, atrav√©s da edi√ß√£o da ASA, com uma tiragem global de cerca de 5 milh√Ķes de exemplares. Desde a edi√ß√£o de Ast√©rix, o Gaul√™s, em 1959, j√° foram vendidos cerca de 385 milh√Ķes de √°lbuns, em 111 l√≠nguas e dialetos.

 

Astérix e Obélix em video-jogo

Anunciado no dia 25 de março pela produtora MR Nutz Studio e a publisher Microids, Asterix e Obelix: Slap Them All! será um novo jogo baseado nos quadrinhos de René Goscinny e Albert Uderzo. Um beat n’ up 2D que tentará ao máximo assimilar-se aos desenhos da banda desenhada, seja no design dos personagens ou nos cenários e animação, todos feitos à mão. No jogo, que se passa em 50 a.C. na Gália ocupada pelos romanos, os personagens deparar-se-ão com piratas, javalis e ainda com os terríveis normandos. Este não é o primeiro título das personagens publicado pela Microids, já que esta foi responsável pelo remaster Asterix e Obelix XXL, de PS2. Asterix e Obelix: Slap Them All! tem previsão de lançamento para a primavera deste ano e estará disponível para a Nintendo Switch, PS4, PS5, PC, Xbox One e  Series X|S.

 

Astérix e Obélix na Netflix

Os dois personagens terão agora e pela primeira vez direito a uma série de animação. A Netflix abraçou o projeto que será feito em parceria com a Les Editions Albert René. O autor escolhido para a realização desta série de animação em 3D é Alain Chabat. O seu lançamento está previsto para 2023 na plataforma de streaming. A série vai começar por trabalhar Astérix e a Grande Luta, banda desenhada que já virou filme de animação em 1989.

Ast√©rix ‚łĪ ob√©lix ‚łĪ banda desenhada ‚łĪ livros