Notícias ao Minuto ⸱ 17d atrás ⸱ Abrir

Técnico terá de cumprir 21 dias de castigo, falhando assim as próximas quatro jornadas. Calendário da última ronda ainda não é conhecido, mas o último dia de castigo coincide com a data provisória da jornada 34.


O castigo de 21 dias imposto a Sérgio Conceição pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol deixa o treinador longe do banco de suplentes nas próximas três semanas.

A punição, dada a conhecer na quarta-feira, retira o treinador do banco de suplentes nas próximas quatro jornadas, numa fase crítica da época para os azuis e brancos que ainda lutam com o Sporting pela conquista do título, mas também com o Benfica pelo segundo lugar de acesso direto à fase de grupos da próxima edição da Liga dos Campeões.

Em Moreira de Cónegos, o treinador do FC Porto foi expulso pela quarta vez na presente época pelas palavras dirigidas ao árbitro Hugo Miguel, e começa desde já a cumprir os 21 dias de castigos, numa altura em que qualquer escorregadela poderá deitar tudo a perder.

Técnico pode não voltar ao banco de suplentes

Sérgio Conceição irá falhar os jogos contra Famalicão, na próxima sexta-feira, o clássico com o Benfica, a 6 de maio, decisivo nos objetivos dos azuis e brancos nesta parte final da temporada, Farense (10 de maio) e Rio Ave (15 de maio). Mas o cenário ainda poderá ser mais negro para o técnico.

A última jornada do campeonato nacional está provisoriamente marcada para o próximo dia 19 de maio, data na qual termina o castigo de Sérgio Conceição e para a qual está marcada o confronto com o Belenenses SAD.

Caso este jogo da 34.ª e última jornada da I Liga se dispute mesmo nesta data, o técnico corre o risco de não se voltar a sentar no banco de suplentes dos azuis e brancos. O seu contrato termina no final de junho, desconhecendo-se ainda se Conceição irá renovar contrato com o clube portista, isto apesar de Pinto da Costa já por diversas vezes ter referido que pretende fechar a continuidade do treinador após o final da presente época.

Dragões venceram no único jogo sem Conceição no banco

Apesar de Sérgio Conceição já ter somado quatro expulsões esta temporada (contra Paços de Ferreira, Sporting de Braga, Portimonense e Moreirense, a verdade é que o técnico apenas cumpriu um período de suspensão.

O treinador dos portistas esteve ausente do banco de suplentes por 15 dias após ter visto um cartão vermelho direto na Mata Real, tendo nesse período falhado a receção do FC Porto ao Portimonense, em novembro passado.

Sob o comando técnico do treinador-adjunto Vítor Bruno, os azuis e brancos não tiveram dificuldades, vencendo por 3-1 com golos de Mbemba, Taremi e Sérgio Oliveira. Beto foi o autor do remate certeiro dos algarvios.

FC Porto vai recorrer dos 21 dias de suspensão

Foi já na noite de quarta-feira que o presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, revelou que os azuis e brancos vão recorrer do castigo aplicado ao treinador Sérgio Conceição.

"Amanhã o FC Porto vai ser notificado do castigo e vai recorrer para o plenário do Conselho de Disciplina. Como fez o Sporting que estava atrasado. Com o Sporting o plenário reuniu na sexta-feira. Fico aguardar pelo mesmo tratamento que o Sporting. Queremos o mesmo tratamento porque nós vamos recorrer de imediato deste castigo", atirou o líder dos azuis e brancos, em declarações no Porto Canal.

Leia Também: Soam alarmes no Dragão. Moreira de Cónegos provoca desfalque na defesa

Desporto ⸱ I Liga