Notícias ao Minuto ⸱ 7 meses atrás ⸱ Abrir

Nova Iorque, 29 jun 2021 (Lusa) - A companhia aérea norte-americana United Airlines tem previsto para hoje dois eventos que, segundo fonte do setor aeronáutico, poderão servir de ocasião para anunciar uma encomenda de 200 ou mais aviões Boeing e Airbus.


A empresa convidou os jornalistas para um evento relativo ao "futuro da empresa" com o presidente, Scott Kirby no aeroporto de Newark, Nova Iorque, sem adiantar mais detalhes.

A United Airlines também agendou uma conferência telefónica com os analistas na manhã de terça-feira.

A empresa deverá anunciar "uma encomenda de 200 a 300 células", indicou Michel Merluzeau do gabinete Air, que conta com contactos dentro da United Airlines. Tal incluiria Boeing 737 MAX, 787, como também Airbus A321neo.

"É claro que a United precisa atualizar muitos aparelhos, especialmente os antigos A320 que estão no limite de idade", disse Merluzeau.

O anúncio dessa encomenda depois de um ano difícil para as empresas do setor, fortemente afetadas pela queda do tráfego aéreo devido à pandemia de covid-19, não surpreende, observa Richard Aboulafia, especialista no setor aeronáutico do grupo Teal.

"O setor da aviação pensa a longo prazo, caso contrário as empresas desistem de ser competitivas no futuro", disse à AFP.

Além disso, "os mercados domésticos de aviação estão a recuperar com bastante rapidez, ao mesmo tempo que os preços dos combustíveis", salientou, sublinhando que é o momento certo para fazer pedidos de corredor único, que consomem menos.

A companhia aérea, tradicionalmente uma grande cliente da Boeing, já encomendou 236 aeronaves 737 MAX, incluindo 50 desde o início do ano. Tinha encomendado 365 aeronaves da geração anterior da família 737, o 737 NG.

Também opera aeronaves Airbus de médio curso, A320 e A319.

Leia Também: PSP vai controlar quem viaja de comboio, autocarro e avião de Lisboa