Tek ⸱ 12d atrás ⸱ Abrir

A HMD revelou a atualização das suas diferentes famílias de smartphones, começando pelos modelos a 75 euros, até aos 349 euros. Atualizações de Android e segurança podem chegar aos três anos.


Para os fãs da Nokia, há seis novos modelos revelados hoje pela HMD a chegaram ao mercado, e incluem o novo C10, C20, para a entrada de gama; os modelos G10, G20 de média gama, e por fim, os X10 e X20, os mais poderosos do segmento, com um preço que começa nos 75 euros e chega aos 249 euros. Todos os smartphones prometem grande suporte da marca, de pelo menos dois anos de atualizações de Android e três em questões de segurança.

A HMD detalha os três pares da família, referindo que os modelos X oferecem uma qualidade refinada, com extra durabilidade; a série G introduz funcionalidades inovadoras, num pacote seguro, suportado pela maior autonomia da bateria de sempre; por fim a série C, tem o essencial de um smartphone com a assinatura de durabilidade presente na marca.

Começando pelo topo de gama Nokia X20 (349 euros), este tem um ecrã de 6,67 polegadas e uma resolução de 1080p. Utiliza um hole-punch para albergar a câmara frontal de 32 MP. Na traseira tem um conjunto de quatro câmaras que incluem uma lente principal de 64 MP, uma grande angular de 5 MP, uma de profundidade de 2 MP e uma macro de 2 MP. O smartphone é alimentado por um processador Snapdragon 480 da Qualcomm, tem 6/8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno, juntamente com uma bateria de 4.470 mAh. Tem Android 11 e promete atualizações até ao Android 14.

O Nokia X10 (309 euros) tem basicamente a mesma composição do seu irmão, com o mesmo chip, bateria e tamanho do ecrã. A diferença prende-se com a utilização de menos memória (4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento), além da qualidade inferior dos sensores das câmaras: o principal é de 48 MP e a selfie de 8 GB.

Passando à Série G, o Nokia G20 (159 euros) tem um ecrã com 6,5 polegadas, para uma resolução máxima de 720p. Utiliza um processador MediaTek G35 e aposta na bateria, com uma capacidade de 5.050 mAh. Tem 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. Tem quatro câmaras no módulo principal traseiro, começando pelo sensor principal de 48 MP, uma grande angular de 5 MP, uma macro de 2 MP e um sensor de profundidade de 2 MP. Tem um notch na frente com uma câmara de 8 MP.

O Nokia G10 (139 euros) tem o mesmo ecrã e bateria, mas o prelo inferior significa também um processador menos poderoso, neste caso, o MediaTek G25, com variações de 3/4 GB de RAM e 32/64 GB de armazenamento interno. Tem apenas três câmaras na traseira, sendo a principal de 13 MP, uma macro de 2 MP e um sensor de profundidade de 2 MP. Para a selfie conte com uma câmara de 8 MP.

Por fim, a Nokia tem uma linha especial de entrada, destinada para aqueles que preferem não ter um smartphone. Os modelos C20 (89 euros) e o C10 (75 euros) têm um ecrã de 6,5 polegadas, com uma resolução de 720p. A simplicidade do equipamento é demonstrado pelas suas câmaras fotográficas: apenas um sensor traseiro de 5 MP, outro igual para selfie. Ambos pertencem ao programa Android Go da versão 11. Ambos oferecem variações de memória com 1/2 GB de RAM e 16/32 GB de armazenamento, uma bateria removível de 3.000 mAh. A diferença está nos seus processadores, com o C20 equipado com um chip Unisoc SC9863a e o C10 com um Unisoc SC7331e.

Quanto ao lançamento, os modelos G10 e C20 chegam ainda este mês ao mercado, o X20 e G20 em maio e o X10 e C10 em junho.

Equipamentos ⸱ smartphones ⸱ mobile ⸱ Nokia ⸱ HMD ⸱ Nokia 2021 ⸱ X20