Sapo 24 ⸱ 13d atrás ⸱ Abrir

A Roma, treinada pelo português José Mourinho, goleou hoje na receção aos ucranianos do Zorya, por 4-0, no grupo C da Liga Conferência da Europa de futebol, numa jornada em que o Tottenham foi protagonista pela negativa.


A equipa de Mourinho, desta vez, não facilitou e chegou ao intervalo a vencer por 2-0, com golos do espanhol Carles Perez e de Nicolo Zaniolo, aos 15 e 33 minutos, numa partida em que o técnico luso apresentou a sua melhor equipa, ao contrário do que fez na Noruega, frente ao Bodo/Glimt, jogo do qual saiu com uma goleada humilhante por 6-1.

Com o internacional português Rui Patrício na baliza, a Roma aumentou a vantagem na segunda parte, com mais dois golos, um ‘bis’ do avançado internacional inglês Tommy Abraham, que a Roma foi contratar ao Chelsea no início da época para compensar a saída do bósnio Edin Dzeko para o AC Milan.

Com esta goleada, a Roma garantiu, pelo menos, a passagem aos 16 avos de final da competição, por via do segundo lugar, mas pode na última jornada ainda chegar ao primeiro lugar e assegurar uma vaga nos oitavos de final, ainda que não dependa de si.

O Bodo/Glimt segue na liderança com 11 pontos, mais um do que a Roma, e desloca-se à Ucrânia para defrontar o Zorya, que já está afastado do apuramento, enquanto a Roma vai a Sofia, defrontar o CSKA, sendo que os noruegueses garantirão o primeiro lugar e consequente apuramento para os oitavos se vencerem ou fizerem o mesmo resultado da equipa romana.

Entretanto, o Tottenham, até há bem pouco tempo orientado pelo português Nuno Espírito Santo, substituído no cargo pelo italiano Antonio Conte, perdeu em Maribor, na Eslovénia, com a modesta equipa do Mura, atual quinto classificado do campeonato daquele país, por 2-1, voltando a ‘derrapar’ na Europa, no grupo G da Liga Conferência.

O treinador italiano repetiu erros anteriores de Nuno Espírito Santo e José Mourinho, quando estes treinavam a equipa, ao poupar nas provas europeias muitos dos habituais titulares e dar oportunidade a jogadores menos utilizados.

Conte, que viu a sua equipa reduzida a 10 jogadores por expulsão de Ryan Sessegnon, aos 32 minutos, por dois amarelos, ainda tentou emendar a mão na segunda parte, com as entradas de Heung-Min Son, Lucas Moura, Eric Dier, Ben Davies e Hojbjerg, e ainda conseguiu chegar ao 1-1, por Harry Kane, aos 72, mas acabaria por sofrer o 2-1, aos 90+4, por Amadej Maroses.

Com este resultado, o Tottenham ficou afastado do primeiro lugar, ocupado pelo Rennes, que hoje empatou a três golos na receção ao Vitesse, e vai agora disputar na última jornada o segundo lugar, que acede aos 16 avos de final, com a equipa holandesa, que recebe o Mura, enquanto a formação londrina recebe a equipa francesa.

De destacar, ainda, no grupo B, a vitória dos cipriotas do Anorthosis, por 1-0, sobre os belgas do Gent, que já tinham garantido o primeiro lugar, e que apresentaram um onze desfalcado de vários titulares, e a derrota do Partizan na Estónia, frente ao Flora, por 1-0.

No grupo A, o LASK Linz assegurou o primeiro lugar ao vencer em Telavive o Maccabi, por 1-0, com um golo marcado aos 89 minutos, cabendo aos israelitas o segundo lugar que os qualifica para os 16 avos de final.