Público ⸱ 7 meses atrás ⸱ Abrir

Foi a manifestação com maior número de participantes desde que os protestos começaram na Polónia há nove dias. Presidente Andrzej Duda admitiu lei que permitisse aborto em alguns casos de malformação do feto, mas não convenceu os manifestantes.


Ler a notícia no jornal