Rtp ‚łĪ 5d atr√°s ‚łĪ Abrir

Uma em cada cinco espécies de aves do continente europeu está ameaçada de extinção, alerta a Lista Vermelha das Aves da Europa 2021, hoje publicada.


A lista, publicada pela associa√ß√£o internacional de defesa das aves BirdLife International, que junta associa√ß√Ķes de todo o mundo, avaliou o risco de extin√ß√£o de 544 esp√©cies de ave em mais de 50 pa√≠ses e territ√≥rios da Europa.

Divulgada em Portugal, em comunicado, pela Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), membro da BirdLife International, o trabalho nota também que há um impacto positivo nos trabalhos de conservação de espécies, como o exemplo do priolo nos Açores.

A Lista Vermelha hoje divulgada, a quarta avalia√ß√£o feita pela "BirdLife International", indica tamb√©m que uma em cada tr√™s esp√©cies de ave na Europa sofreu um decl√≠nio nas √ļltimas d√©cadas, sendo as aves marinhas, aqu√°ticas e de rapina os grupos mais amea√ßados e em decl√≠nio mais acentuado.

Segundo o documento, s√£o os habitats marinhos e agr√≠colas, as zonas h√ļmidas e os prados que est√£o com mais aves amea√ßadas ou em decl√≠nio, e h√° 71 esp√©cies (13%) que est√£o amea√ßadas, algumas criticamente em perigo. Outras 35 esp√©cies est√£o quase amea√ßadas e cinco esp√©cies est√£o regionalmente extintas.

De acordo com o comunicado da SPEA, entre as principais causas para o decl√≠nio das popula√ß√Ķes est√£o as mudan√ßas no uso dos terrenos, a agricultura intensiva, a sobre-explora√ß√£o dos recursos marinhos (menos alimento para as aves, perturba√ß√£o dos locais de nidifica√ß√£o ou captura nas redes de pesca), a polui√ß√£o de √°guas interiores ou pr√°ticas florestais insustent√°veis.

"Embora as conclus√Ķes da nova Lista Vermelha da Europa sejam em geral preocupantes, tamb√©m h√° boas not√≠cias. Os dados mostram que interven√ß√Ķes como programas agroambientais bem delineados podem salvar esp√©cies como o codorniz√£o (Crex crex)", diz a SPEA, acrescentando que, com a melhoria do estatuto de conserva√ß√£o do priolo, os dois casos de sucesso "mostram que abordagens direcionadas para a recupera√ß√£o de esp√©cies podem resultar".

O priolo √© uma ave que apenas existe numa zona da ilha de S√£o Miguel, nos A√ßores, que no in√≠cio deste s√©culo era uma das aves mais amea√ßadas da Europa. Na Lista Vermelha passou do estatuto de Amea√ßado a Vulner√°vel, "gra√ßas a mais de 15 anos de trabalho da SPEA em conjunto com autoridades e popula√ß√Ķes locais e com o apoio de centenas de volunt√°rios", diz a associa√ß√£o portuguesa.

"Esta Lista Vermelha mostra que √© poss√≠vel salvarmos as aves da Europa, mas que o tempo est√° a acabar. √Č urgente agir j√°, a n√≠vel nacional e europeu, implementando pol√≠ticas agr√≠colas, de pescas e de gest√£o de territ√≥rio que salvaguardem os valores naturais antes que seja tarde demais", diz Domingos Leit√£o, presidente da SPEA, citado no comunicado.

E também citado Martin Harper, diretor regional da Birdlife Europe, diz que os resultados da Lista Vermelha mostram que a terra, a água doce e os mares não estão a ser geridos de forma sustentável.

"Queremos e precisamos que a Europa seja líder mundial no restauro da natureza, mas para isso acontecer será preciso nada menos que uma transformação das nossas economias. Esta transformação tem de começar agora, nesta década a que a ONU chamou Década do Restauro Ecológico", acrescentou.