Notícias ao Minuto ⸱ 2 meses atrás ⸱ Abrir

Pelo menos sete combatentes sírios de um grupo pró-Ancara morreram hoje na sequência de ataques da Rússia, avançou hoje o Observatório Sírio pelos Direitos do Homem (OSDH).


"Sete combatentes da divisão de Hamza morreram em quatro ataques realizados pela força aérea russa em Brad, na região de Afrin", indicou, em comunicado, a organização não governamental.

Desde sábado, os aviões russos realizaram 10 ataques na região de Afrin, precisou o diretor do OSDH, em declarações à Agência France Presse (AFP), Rami Abdel Rahmane, notando que os ataques russos nesta área são "raros".

A região curda de Afrin foi conquistada, em março de 2018, pelas forças turcas.

Desencadeada em 2011, a guerra na Síria causou cerca de meia milhão de mortos e milhões de deslocados e refugiados.

Leia Também: Investigadores da ONU lamentam perspetivas "sombrias" na Síria

Mundo ⸱ Síria