Rtp ⸱ 2mês atrás ⸱ Abrir

O PAN propôs ao Governo a inclusão de uma verba de 280 milhões de euros para combater a pobreza energética, no âmbito da negociação do Orçamento do Estado para 2022, entre cerca de 60 medidas, anunciou a porta-voz.


"O PAN fez chegar ao Governo um memorando do qual constam uma série de medidas que são fundamentais para o PAN que constem do Orçamento do Estado de 2022 [OE2022], para dar resposta à crise socioeconómica sem precedentes que o país atravessa, bem como à crise climática", afirmou a porta-voz.

Em conferência de imprensa, no parlamento, Inês Sousa Real destacou algumas das propostas que constam no documento entregue ao Governo, mas que não foi disponibilizado aos jornalistas.

O PAN quer "um investimento de 280 milhões de combate à pobreza energética e adaptação das casas às alterações climáticas" e a "duplicação do investimento previsto" no OE2022 para os transportes públicos, "para que se consiga assim garantir uma medida não só de justiça social mas também justiça climática".

A líder considerou que este é "um memorando ambicioso" e, questionada sobre o peso da aceitação destas medidas na decisão do sentido de voto do PAN, Inês Sousa Real disse que essa é um "ponderação terá de ser feita no balanço de todas as medidas que venham a ser viabilizadas pelo Governo".

"Só após termos o retorno do Governo é que podemos verificar qual o balanço e se o Governo está disponível ou não para um verdadeiro compromisso de investimento", referiu, considerando que "de nada" servirá a "viabilização de 50 medidas se elas se traduzirem em normas meramente programáticas, e não numa verdadeira execução, investimento e calendarização das mesmas".