Notícias ao Minuto ⸱ 11d atrás ⸱ Abrir

O arquipélago vizinho da Índia tem vindo a quebrar sucessivamente o recorde de casos diários de Covid-19 nos últimos três dias.


As Maldivas registaram esta terça-feira o número recorde de, pelo menos, 601 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com as autoridades de saúde do país. 

O país tem vindo a quebrar recordes de casos diários nos últimos três dias consecutivos. Embora o número de casos tenha começado a diminuir no início de abril, os números voltaram a aumentar a uma taxa preocupante desde que uma nova onda de infeções tem estado a varrer a vizinha Índia.

O aumento de casos acontece depois de as autoridades das Maldivas terem anunciado, no mês passado, estar a planear oferecer vacinas aos turistas à chegada, numa tentativa de atrair mais visitantes. 

Ao contrário de muitos países, que estão a barrar a entrada a viajantes provenientes da Índia, o governo das Maldivas introduziu apenas algumas alterações nas regras para estes visitantes.

Quem chega da Índia pode ficar alojado em hotéis ou barcos, mas não na maior parte dos empreendimentos turísticos das ilhas, nomeadamente naqueles onde moram trabalhadores locais.

O arquipélago soma até agora 31.931 casos e 74 mortes relacionadas com o novo coronavírus, de acordo com os dados da Health Protection Agency (HPA).  Recorde-se que a Índia ultrapassou hoje os 20 milhões de casos de Covid-19 desde o início da pandemia, de acordo com dados oficiais.

A Índia atravessa uma segunda onda da doença, que sobrecarregou o sistema de saúde, com escassez de oxigénios e de camas em grandes cidades como Nova Deli.

Este é o segundo país do mundo com mais casos, atrás dos Estados Unidos, e o quarto com mais óbitos, depois dos EUA, do Brasil e do México.

Leia Também: Australianos que regressarem ao país vindos da Índia poderão ser presos

Mundo ⸱ Covid-19