Público 14d atrás Abrir

Se pudesse mudar alguma coisa, o poeta Luís Filipe Castro Mendes, antigo ministro da Cultura, admite que gostaria de ser “mais seguro de si” próprio e “menos confiante nos outros”.


Ler a notícia no jornal