Notícias ao Minuto ⸱ 11d atrás ⸱ Abrir

Haaland e Emre Can foram festejar junto dos adeptos a vitória no jogo com o Schalke 04.


O Borussia Dortmund foi alvo de uma multa pesada (75 mil euros) por parte da federação alemã por dois dos seus jogadores terem quebrado o protocolo da Covid-19 para festejar com os adeptos.

Tudo aconteceu no sábado. Após a goleada diante do Schalke 04, o autocarro que transportava Rapahel Guerreiro e os restantes colegas regressou ao seu centro de treinos quando cerca de 200 adeptos surgiram no caminho, com tochas e fumos, algo que gerou uma reação espontânea de celebração de Emre Can e Erling Haaland.

Os dois atletas, que estavam dentro do autocarro, filmaram o momento e publicaram-no nas redes sociais, festejando efusivamente a vitória no encontro, mas sem usarem máscara nem cumprirem o distanciamento físico, em clara violação do protocolo para a Covid-19.

O clube já reagiu e publicou nos meios oficiais um pedido de desculpas pela situação em causa, considerando esta violação das regras "intolerável".

"Com toda a alegria compreensível com a vitória do dérbi, houve violações das regras da covid-19, em público, ontem à noite durante a viagem de regresso da equipa ao centro de treinos, o que não pode ser tolerado. Cerca de 150-200 adeptos festejaram fora do centro de treinos, às vezes sem máscara e sem manter distância. Os jogadores comemoraram com os adeptos - sem sair do autocarro - e alguns filmaram com exuberância. Só podemos pedir desculpa e prometer falar com a polícia e todos os envolvidos o mais rápido possível sobre como tais cenas podem ser completamente descartadas em público no futuro", escreveu o Dortmund.