Público ⸱ 1m atrás ⸱ Abrir

A caminho de se estabelecer como um dos grandes da dança europeia, o coreógrafo belga regressa ao Teatro Municipal do Porto para mostrar any attempt will end in crushed bodies and shattered bones, o maior e o mais político dos seus trabalhos. Eis um slogan digno de alavancar a primeira temporada do resto das nossas vidas: mudar o mundo, um palco de cada vez.


Ler a notícia no jornal