Sapo 24 ‚łĪ 12d atr√°s ‚łĪ Abrir

Hoje √© dia 4 de maio e j√° sabem o que isso significa: Dia do Star Wars, obviamente. Raz√£o pela qual a Disney+ lan√ßou o primeiro epis√≥dio da s√©rie mais recente do universo, ‚ÄúBad Batch‚ÄĚ. Mas, primeiro, vamos √† s√©rie que lidera o ranking da Netflix: ‚ÄúShadow and Bone‚ÄĚ. Para leres j√° de seguida!


Segue o Acho Que Vais Gostar Disto no Instagram (@vaisgostardisto) e no Twitter (@vaisgostardisto)

N√£o te esque√ßas de subscrever esta newsletter?¬†√Äs sextas-feiras, escreve o humorista Guilherme Geirinhas, um conte√ļdo ao qual s√≥ poder√°s ter acesso se fores nosso subscritor. Podes faz√™-lo aqui.

Nos √ļltimos anos, as plataformas de¬†streaming¬†t√™m-se esfor√ßado bastante para substituir o vazio deixado por ‚ÄúGuerra dos Tronos‚ÄĚ quando finalizou a sua oitava temporada. A hist√≥ria de George R.R. Martin refor√ßou ainda mais a popularidade do g√©nero da fantasia e t√™m-se sucedido as s√©ries que tentam surfar esta onda de interesse. A Netflix apostou em s√©ries como¬†‚ÄúCursed‚Ä̬†ou¬†‚ÄúThe Witcher‚ÄĚ. A HBO apostou em¬†‚ÄúWestworld‚Ä̬†e¬†‚ÄúMundos Paralelos‚ÄĚ. A Amazon vai gastar ‚Äúapenas‚Ä̬†450 milh√Ķes de d√≥lares¬†na primeira temporada da s√©rie de ‚ÄúSenhor dos An√©is‚ÄĚ.

Vivemos na altura perfeita para o surgimento de mundos imagin√°rios. No mundo real, estamos a lidar com a pandemia e com todos os problemas que da√≠ vieram. Fazem falta realidades alternativas que¬†levem a nossa mente para outros lados e que nos fa√ßam esquecer das coisas que temos saudades de fazer, livres de preocupa√ß√Ķes. A maior parte das s√©ries e filmes j√° produzidos durante a pandemia fizeram quest√£o de a deixar¬†de fora, o que, por um lado, faz sentido, dado que ningu√©m quer ver no¬†streaming¬†um prolongamento das not√≠cias do dia a dia. Mas, por outro, pelo menos no meu caso, ver personagens a sair √† noite e a combinar coisas com amigos e fam√≠lia sem uma m√°scara ou desinfetante no bolso acaba por criar uma sensa√ß√£o agridoce.

Por isso, o universo de¬†‚ÄúShadow and Bone‚Ä̬†chegou em boa hora. No primeiro epis√≥dio da s√©rie da Netflix, ficamos logo a conhecer Alina e Mal, dois √≥rf√£os, melhores amigos desde a inf√Ęncia, que se reencontram num acampamento do Ex√©rcito. Alina √© uma simples cart√≥grafa, Mal um simples soldado e ambos est√£o prestes a ir naquela que √© a miss√£o mais perigosa do seu mundo: atravessar uma faixa sombria cheia de criaturas malignas que divide o seu reino, o Ravka, a meio. Mas n√£o v√£o sozinhos. Contam com a ajuda de um ex√©rcito de Grishas, seres com poderes sobrenaturais: uns s√£o capazes de controlar elementos como o ar e o fogo, outros t√™m poderes curativos e ainda h√° um grupo que consegue criar objetos especiais. No entanto, a tarefa n√£o fica mais f√°cil.

Durante o trajeto, a tripulação é atacada e, quando o fim parece próximo, uma explosão luminosa, uma espécie de Expecto Patronum (para quem estiver familiarizado com Harry Potter) sai do corpo de Alina e afasta o perigo, permitindo que ela, Mal e alguns tripulantes cheguem a bom porto. Já do outro lado do reino, não demora muito tempo até que a verdadeira identidade da jovem seja revelada. Num encontro com o General Kirigan, um dos líderes do Exército do Ravka e um Grisha capaz de dominar as sombras, Alina descobre que é na realidade uma Invocadora do Sol, uma figura que muitos consideravam um mito, e que só ela, ao dominar a luz do Sol, é capaz de fazer desaparecer o Sulco (nome dado à faixa sombria), que há séculos atormenta aquela região.

Passar de uma ‚Äúz√©-ningu√©m‚ÄĚ para a √ļnica solu√ß√£o num mundo dividido, coloca Alina em rota de colis√£o com uma s√©rie de for√ßas que n√£o compreende e torna-a num alvo de cobi√ßa para v√°rias pessoas que querem tirar proveito das suas capacidades. O seu novo estatuto afasta-a de Mal e leva-a para o Pequeno Pal√°cio que, ao contr√°rio do que o nome pode indicar, √© o edif√≠cio mais seguro do Reino. Longe de tudo o que conhece, a Invocadora do Sol ter√° de aprender a dominar os seus poderes ao mesmo tempo que se d√° a conhecer ao mundo e desenvolve um clima de romance com o General Kirigan.

Contudo, ‚ÄúShadow and Bone‚ÄĚ n√£o √© s√≥ sobre Alina. As not√≠cias do aparecimento de uma Invocadora do Sol chegaram ao reino de Kerch e um grupo de ladr√Ķes fica com a miss√£o de raptar Alina em troca de 1 milh√£o de kruges, a moeda l√° do s√≠tio. Kaz (o l√≠der), Jesper (um pistoleiro) e Inej (uma esp√©cie de agente secreta) ter√£o de fazer trinta por uma linha para n√£o s√≥ chegar ao Ravka (incluindo a passagem pelo Sulco), mas tamb√©m para encontrar a figura m√≠tica de que ouviram falar, que estar√° a ser vigiada de perto. Cada um dos epis√≥dios da s√©rie vai assim abordar tanto a perspetiva da Alina como¬†a destes ladr√Ķes que, na maior parte do tempo, at√© t√™m o cora√ß√£o no s√≠tio certo.

A s√©rie, que √© baseada¬†na saga de livros da autora Leigh Bardugo, parece feita para quem j√° tem algum conhecimento pr√©vio da hist√≥ria. Eu n√£o pedia um gen√©rico como o da ‚ÄúGuerra dos Tronos‚ÄĚ para compreender aquele mundo, mas dava jeito que a s√©rie desse algumas refer√™ncias geogr√°ficas mais fortes. Fora isso, √© uma narrativa bem contada que se preocupa mais com as suas personagens e que n√£o cede (e bem) √† tenta√ß√£o de achar que tudo se resolve com efeitos especiais. Se, mesmo assim, ficaste com algumas d√ļvidas:

V√™ aqui¬†o mapa oficial do mundo de ‚ÄúShadow and Bone‚ÄĚ.

Vê aqui como é que o mundo foi adaptado dos livros para o pequeno ecrã.

‚ÄúMay the Force be with you‚ÄĚ √© uma express√£o que j√° ouvimos centenas de vezes nos diferentes filmes e s√©ries que comp√Ķem o universo de Star Wars. √Č tamb√©m a sauda√ß√£o que originou o dia que hoje celebramos (May The Force = May 4th). N√£o √© feriado, mas devia.

Pensei, por isso, deixar algumas sugest√Ķes de coisas que podem acompanhar as festividades, quer sejas o maior f√£ de Jar Jar Binks (uma raridade), quer tenhas decidido que hoje √© o dia certo para descobrir o que √© um¬†lightsaber:

Ver¬†‚ÄúStar Wars: A New Hope‚ÄĚ, o filme original que estreou nos cinemas em 1978 e que est√° dispon√≠vel no Disney+.

Viste os filmes todos, mas achas que uma s√©rie ia ser mais do mesmo? V√™¬†‚ÄúThe Mandalorian‚ÄĚ, dispon√≠vel no Disney+, e solta l√°grimas de felicidade.

V√™ o primeiro epis√≥dio de¬†‚ÄúStar Wars: The Bad Batch‚ÄĚ. A s√©rie animada estreou esta ter√ßa-feira e acompanha as aventuras de uma equipa de clones imperiais que acaba a lutar do lado dos Rebeldes.

Estás a estudar/trabalhar e não tens tempo para ver nada? Ouve esta playlist do YouTube com beats lo-fi da banda sonora que todos conhecemos.

√Ālbum da semana.¬†√Ȭ†este¬†(e ainda um¬†novo¬†single¬†para quem ficar curioso).

Amazon Prime Video. Escolher é difícil, mas a verdade é que a plataforma tem várias séries que valem muito a pena. Descobre nesta lista algumas das melhores.

RESET.¬†O podcast, produzido pelo SAPO e promovido pela Delta Q, √© apresentado pela Bumba na Fofinha e teve¬†no primeiro epis√≥dio¬†Ricardo Ara√ļjo Pereira a imitar o rapaz do ‚Äúolh√≥z abionz l√°tr√°z‚ÄĚ.

Também queres dizer "Acho Que Vais Gostar Disto"?Partilha esta newsletter com amigos e família, que poderão subscrevê-la aqui. Às sextas-feiras, quem escreve é o Guilherme Geirinhas, um texto exclusivo para subscritores.

Tens recomenda√ß√Ķes de coisas de que eu podia gostar? Ou uma review de um dos conte√ļdos de que falei?Envia para¬†miguel.magalhaes@madremedia.pt

Shadow and Bone ‚łĪ Newsletter ‚łĪ Star Wars ‚łĪ tv ‚łĪ S√©ries ‚łĪ Netflix ‚łĪ Filmes ‚łĪ Arte ‚łĪ Cultura ‚łĪ Cinema ‚łĪ Disney Plus