Eco ‚łĪ 5 meses atr√°s ‚łĪ Abrir

A Taikai está a criar um programa de aceleração, que deverá arrancar já em setembro, onde startups selecionadas irão utilizar a sua plataforma para efeitos de inovação e de recrutamento.


A Taikai levantou dois milh√Ķes de euros, numa ronda de investimento liderada pelo fundo alem√£o FinLab EOS VC Fund, tendo ainda contado com a participa√ß√£o da Portugal Ventures e da Bright Pixel, que refor√ßou o seu investimento na startup portuguesa. Com esta inje√ß√£o de capital a Taikai quer entrar em novos mercados e refor√ßar oferta de solu√ß√Ķes. A startup est√° a recrutar, tendo vagas para √°reas de desenvolvimento de software, marketing e vendas.

‚ÄúCom este investimento, ser√° poss√≠vel chegarmos a mais mercados, apoiando as empresas no processo de inova√ß√£o e recrutamento. Pretendemos apoiar tamb√©m a evolu√ß√£o do ecossistema como um todo, fomentando uma cultura de inova√ß√£o constante que vai al√©m das grandes empresas, alcan√ßando tamb√©m as PME e startups de forma que este processo de inova√ß√£o esteja no seu ADN‚ÄĚ, diz M√°rio Alves, cofundador e CEO da Taikai, citado em nota de imprensa.

Fundada em 2018, a Taikai visa construir um marketplace de talento fazendo a ponte entre criadores e empresas atrav√©s do crowdsourcing de solu√ß√Ķes, utilizando hackathons (maratonas de programa√ß√£o) para testar e validar novas ideias, produtos e talento a n√≠vel global. Em tr√™s anos, a startup realizou in√ļmeros desafios para apoiar a inova√ß√£o em mais de 100 organiza√ß√Ķes de diferentes pa√≠ses, atrav√©s da sua comunidade de cerca de 50 mil programadores e criativos em todo o mundo. Atividade que n√£o abrandou com a pandemia, pois o confinamento impulsionou a ado√ß√£o do formato virtual das maratonas de programa√ß√£o, acelerando o crescimento da startup no mercado externo.

A Taikai est√° agora a desenvolver funcionalidades para apoiar os processos de recrutamento das empresas, atrav√©s dos desafios de inova√ß√£o. ‚ÄúEsta ferramenta vai ao encontro das necessidades das grandes organiza√ß√Ķes, mas tamb√©m das startups que, mais do que hard skills, desejam que haja um fit cultural entre empresa e o candidato‚ÄĚ, explica M√°rio Alves.

‚ÄúNeste √Ęmbito, estamos a criar um programa de acelera√ß√£o, que dever√° arrancar j√° em setembro, onde startups selecionadas ir√£o utilizar a plataforma da Taikai para efeitos de inova√ß√£o e de recrutamento. Os primeiros projetos piloto est√£o a decorrer e o feedback est√° a ser bastante positivo‚ÄĚ.

Um investimento estrat√©gico para o investidor alem√£o C3 Management, inserido no √Ęmbito do seu fundo FinLab EOS VC de 100 milh√Ķes de d√≥lares, focado no setor de blockchain. O fundo FinLab EOS VC tem como investidor a Block.one, empresa que desenvolveu o software de blockchain EOSIO utilizado pela Taikai.

‚ÄúAcreditamos fortemente que a tecnologia blockchain pode ter um impacto positivo em todos os setores. A Taikai tem um enorme potencial, n√£o s√≥ pela utiliza√ß√£o do software EOSIO, mas tamb√©m pela ambi√ß√£o de se tornar uma solu√ß√£o integrada de inova√ß√£o e processos de contrata√ß√£o em qualquer empresa, impulsionada por uma equipa ambiciosa e talentosa. √Č com grande entusiasmo que nos juntamos a esta jornada‚ÄĚ, justifica Theo Woik, Managing Partner do FinLab EOS VC Fund.

O novo investidor junta-se assim √† administra√ß√£o, que conta j√° com a portuguesa Bright Pixel ‚ÄĒ que refor√ßou investimento ‚Äď, bem como √† Portugal Ventures, que participou nesta ronda, com um valor que n√£o foi divulgado.

‚ÄúA equipa liderada por M√°rio Alves e H√©lder Vasconcelos ir√° entrar numa nova fase de desenvolvimento do seu neg√≥cio com apoio e know-how da Portugal Ventures para a expans√£o em novos mercados, e revolucionar o recrutamento em Portugal e na Europa atrav√©s da sua plataforma que j√° conta com mais de 50 mil developers. A Taikai √© assim mais um projeto de refer√™ncia para o nosso pa√≠s que ambiciona tornar-se no pr√≥ximo hub tecnol√≥gico europeu‚ÄĚ, diz Rui Ferreira, vice-presidente da Portugal Ventures, citado em nota de imprensa.